Ensinar on-line, um desafio para os professores-pesquisadores

Esta manhã, em setembro, cinco professores se conectaram, um ativando sua webcam, os outros em áudio. Na tela, duas caras amigas apareceram: Aristide Doucet e Dorothée Thibaut, engenheiros pedagógicos da Universidade de Reims responsáveis pelos usos digitais, sugeriram aos voluntários que melhorassem suas práticas, notadamente na plataforma pedagógica Moodle. Durante o confinamento, foi através desta plataforma que os professores trocaram seus cursos online, em uma emergência. Foi também no Moodle que eles avaliaram seus alunos, por ocasião dos exames intermediários mais importantes.